InícioportalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
SEJAM BEM VINDOS À ACADEMIA DE MAGIA LEGILIMÊNCIA!
NOVAS VAGAS PARA CARGOS ESCOLARES E MINISTERIAIS ABERTAS. CONFIRAM!
VOLTA ÀS AULAS!
NÃO DEIXE DE REGISTRAR SEU AVATAR E SUA FICHA DE PERSONAGEM!
TODOS OS AVATARES DEVEM TER O TAMANHO 200X400!

Compartilhe | 
 

 Fabio (Selecionado)

Ir em baixo 
AutorMensagem
Jose Silva

avatar

Mensagens : 32

MensagemAssunto: Fabio (Selecionado)   Dom Maio 09, 2010 8:54 pm

Dados do Jogador


Nome: Elias
Idade: 14
E-mail / MSN: l.t9999@hotmail.com
Conhece os livros de Harry Potter? sim
Tem algum outro personagem na AML? Qual(ais)? nao
Já jogou RPG de Fórum antes? sim
Dados do Personagem


Nome: Fabio Bragança Xavier
Idade: 50
Raça: Sangue-puro
Data de Nascimento: 8/7/1961
Local de Nascimento: Porto de galinhas, Brasil

Pai: Nivaldo Xavier Oliveira
Mãe: Isabele Antonieta Serrano Oliveira
Irmãos: 0
Outros parentes: Avós maternos e paternos. Todos eles já são falecidos.
Descrição Física


Cabelo: Preto
Olhos: Castanhos
Altura: 1,94
Estrutura do Corpo: Forte

Avatar: (Verifique a lista de Avatares)
Descrição Psicológica


Personalidade:Personalidade forte, não gosta de ser contrariado, violento, porem amoroso.
Anseios: Nenhum anseio em mente no momento.
Medos: Temores em relação a familia no momento.
Tendência: Neutro
Profissional


Profissão: Guarda caças.
Varinha: Pelo de unicornio 32 cm, revestida com raspa de dabugueiro. Fexivel.
Patrono: Enxame de borboletas.
Forma da Marca Negra: Não possui. Tem uma cicatriz estranha no braço. Parece muito com um borrão.
Animal de Estimação: Cão.
É da Ordem da Fênix? Da Legião das Trevas? Não.
Teste de Ação

A noite ja escava caindo na academia mágica de Legilimencia. Daqui a pouco seria hora dos alunos se recolherem aos seus dormitório, embora eu ainda tivesse serviço a fazer. Sai da casa do guarda e rumei para proximo ao pormar da escola. Não era bem uma floresta, mas servia pars que várias criaturas se escondessem por lá.
Munido de minha varinha e mais uma pequena rede, pude ir em direção ao laranjal, em busca das pequenas fadinhas azuis que o professor de herbologia tinha pedido. É claro que não era um serviço apenas meu ir até lá, mas ainda era muito cedo e não haveria nada para se fazer por ali. Além disto, eu ainda nao havia conseguido um emprego melhor, a casa ainda estava baguncada e seria um pouco dificil dormir naquela noite.
Em meia hora estava parado no meio do pomar. Era dificil andar por ali, mesmo ele sendo tão grande, pois vários diabretes saiam a noite para colher frutas. Ao notarem a minha presenca, vários deles atacaram-me. Mas eu não revidei. Apenas segui o caminho com um simples protego, desviando as frutas que me eram lancadas, ate chegar ao ninho das fadas.
Fadas... Criaturas humanoides, porem bastante burras. Desliguei a lanterna quando me aproximei delas. Não era preciso ilumina-las.

-Olá – Comecei devagar, tentando nao assustar as criaturinhas. Mas elas pareciam estar acostumadas a presença de seres humanos. Me aproximei mais. –
Boa noite, eu vim a pedido da academia, gostariamos que fizessem enfeite em uma de nossas aulas. – Aquilo foi o suficiente. As fadinhas soltaram farfalhos que pareciam risadas e concordaram em seguir-me ate a escola. Uma a uma elas adentraram a pequena jaula pretarada e nós pudemos seguir de volta a casa do guarda. De longe, pude ver algumas pessoas me esperando;

História da Personagem.


Fabio Bragança Xavier, como foi o nome de batismo, era um garoto comum até demais, que foi separado da familia de origem por problemas um tanto intrigantes. Filho de um pobre casal que enlouqueceu apos varias torturas, o rapaz foi enviado aos 7 anos para o orfanato catolico Santo Agostinho, onde recebeu educação das freiras ate os 18, idade maxima para se morar lá.
Mesmo a familia dele descendendo direto da familia imperial Brasileira, fabio nao recebeu os privilegios da vida de principe e cresceu semi analfabeto num orfanato sem estrutura. Durante a infancia foi abusado e mal tradado de diversas formas, porque fazia várias coisas acontecerem, as quais ele não sabia explicar.
Logo que saiu do orfanato foi para a praça central, onde conseguiu um emprego de meio espediente em uma padaria. Os donos eram sozinhos e ele ajudava os dois sempre que podia, mesmo sendo um serviço não remunerado. A noite, dormia no abrigo municipal.
Numa das noites, quando se encaminhava para o abrigo, os donos da padaria o viram entrar, e com pena deram azilo ao garoto, adotando-o, mesmo que ele já fosse maior. A senhora Isabela e o Senhor Nivaldo, permitiram a Fábio completar os estudos como um trouxa e também como um bruxo, apesar do mesmo já ter passado da idade de uma escola interna.
Quando tinha lá pelos 25 anos, Fabio ganhou dos pais o predio da antiga padaria e o transformou em um bar frequentado na região, logo depois ele conheceu Jose, um estudante pé rapado de medicina ao qual deu abrigo e emprego. Os dois se assumiram gays, alem de bruxos e quando Jose já consluia a sua pôs, os dois resolveram se casar.
Com a ajuda do pais de Fabio, eles puderam viajar ate o exterior e casaram-se numa cerimonia intima, unindo as duas familias de maneira inusitada. Alguns anos depois, quando José já tinha alguns sobrinhos, eles quiseram adotar um bebe para eles também, uma tarefa dificil, quase impossivel na verdade.
Derrotados em seu estado, o casal resolveu viajar, e viajando acabaram encontrando um bebe que ninguém queria em um orfanato. Em uma união com a maçonaria e mais a igreja catolica, eles acabaram morando por lá por aproximadamente um ano, até conseguirem a guarda definitiva e voltaram para Pernambuco.
Fabio nunca completou os estudos como um bruxo e grande parte da renda da familia vem do esposo. Ele já não tem mais o bar, que foi destruido em um incendio e a familia se mudou para perto da escola até Fabio poder encontrar outro emprego.
Pelo menos é isso que sabem. O resto, permance um mistério.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fabio (Selecionado)
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia de Magia Legilimência :: Fichas ~-
Ir para: