InícioportalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
SEJAM BEM VINDOS À ACADEMIA DE MAGIA LEGILIMÊNCIA!
NOVAS VAGAS PARA CARGOS ESCOLARES E MINISTERIAIS ABERTAS. CONFIRAM!
VOLTA ÀS AULAS!
NÃO DEIXE DE REGISTRAR SEU AVATAR E SUA FICHA DE PERSONAGEM!
TODOS OS AVATARES DEVEM TER O TAMANHO 200X400!

Compartilhe | 
 

 História da AML

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Epílogo

avatar

Mensagens : 135
Player : Pinho & Sizca

MensagemAssunto: História da AML   Ter Maio 17, 2011 12:37 pm

Academia de Magia Lêgilimencia :: 1
(1998 – 1999)


Por diversos anos, o mundo mágico foi mantido sob proteção acirrada, para evitar que a sociedade muggle descobrisse a magia. Os bruxos achavam mais viável que toda sua cultura, seus costumes e seus talentos se mantivessem escondidos para que a outra parte da raça humana não causasse confrontos e confusões. Porém, alguns bruxos ousavam se aproximar de muggles e assim surgiram os mestiços; também houveram outros fenômenos: alguns bruxos, ao se juntarem, davam origens a humanos sem dons mágicos, conhecidos como abortos, e alguns trouxas davam origens a seres humanos dotados de magia: conhecidos como bruxos nascidos trouxas.

Com um decreto de bom senso e uma própria organização política, a civilização bruxa se consolidou, mantendo-se escondida por vários e vários séculos. Vez ou outra algum bruxo se achava no direito de querer sair da clandestinidade, matando muggles inocentes e fazendo aquilo que nós chamamos de: purificação da espécie. Nesse processo de purificação, todo e qualquer bruxo que tenha nascido em berço trouxa ou mestiço deveria ser aniquilado por não conter a descendência pura e ser uma suposta vergonha para a raça. Por conta disso, aconteceram as duas grandes guerras bruxas que só cessaram em 1998 quando o Lorde das Trevas daquele tempo, Lord Voldemort, caiu após batalhar com Harry James Potter, o-rapaz-que-sobreviveu-duas-vezes. Os seguidores de Voldemort - Comensais da Morte -, e adeptos a purificação da raça, foram mandados à Azkaban, a prisão bruxa de mais alta segurança de Londres e daí em diante as manifestações de magia negra se estinguiram em todo o continente europeu.

A América foi o continente escolhido para se tornar o refugio dos Comensais da Morte remanescentes. No Brasil, país onde fica localizado o conhecido castelo da Academia de Magia de Legilimência, alguns destes seguidores se refugiaram e passaram a viver escondidos até mesmo para o próprio mundo mágico: trocaram de nomes, dados pessoais e se tornaram bruxos normais, sendo assim não precisavam temer o ministério da magia brasileiro – que por sua vez é bastante falho. A família real brasileira – que só exercia seu cargo no mundo mágico, pois a republica trouxa dominara o país – acolheu estes “novos brasileiros” e uniu seus ideais, assim surgindo o laço afetivo de diversos bruxos, nascendo a primeira formação de um grupo que posteriormente seria temido e respeitado por muitos: A Legião das Trevas.

A família real brasileira (os Collins) era responsável pelo domínio de boa parte do Ministério da Magia, e um de seus integrantes, o príncipe Philip Lestrange Collins, entrou para o grupo de admiradores das artes das trevas que era comandado por Joanne Lorrayne Dark. O objetivo do grupo era roubar um talismã mágico que estava guardado em segurança máxima dentro do ministério e, com ele, comandar toda a magia presente no universo. Cassandra L. Collins Lancaster era a responsável pela proteção do tal talismã, e confiava plenamente em seu irmão Philip, por isso, tirar informações dela não foi uma tarefa difícil para o mesmo. As informações obtidas foram passadas para toda a Legião das Trevas, que planejou e atacou o Ministério da Magia. Uma batalha aconteceu dentro do prédio ministerial, e vários aurores, obliviadores e membros da legião foram executados, inclusive a própria Cassandra. Ao ver a irmã sem vida no chão o traidor da família perdeu o foco dos planos para o roubo e assim fez tudo sair errado, todos os companheiros foram presos e enviados para Azkaban. Deste evento em diante, um período negro começava a se aproximar do Brasil, muito lentamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Epílogo

avatar

Mensagens : 135
Player : Pinho & Sizca

MensagemAssunto: Re: História da AML   Ter Maio 17, 2011 2:58 pm

Academia de Magia Lêgilimencia :: 2
(2004 - 2011)



Cinco anos se passaram até que o príncipe pudesse retornar ao seu país e encarar uma punição de lecionar herbologia na Academia de Magia Legilimência. A família real já não exercia mais poder sobre o mundo mágico, um ministro havia sido eleito pelo povo bruxo em votação e ele escolheu seus comandantes e secretários. Durante os quatro anos seguintes, tudo não passava de um mar de rosas: a magia negra não se manifestava em nenhum lugar do planeta. Até que em 2009 – dez anos após a invasão do ministério – um antigo bruxo que zelava pela purificação sanguínea, se uniu a um grupo de vampiros e começou um novo movimento negro. Em uma batalha entre clãs este bruxo – Brandoment – foi mordido por um lobisomem e assim se transformou em um mestiço, porém os seus princípios ainda eram os mesmos, e os vampiros ainda o deixaram no bando, mesmo este tendo agora o genoma de seus inimigos e uma vez no mês se transformando em uma criatura totalmente acéfala.

O grupo juntou forças com outras espécies mágicas como: gigantes, trasgos, dementadores, e juntos atacaram Azkaban, libertando assim muitos de seus presos e reorganizando a temida Legião das Trevas, que agora era comandada pelo Lord Brandoment e pela Lady Joanne Dark – que foi transformada em vampira por um jovem rapaz que se apaixonou pela mesma, Ambrosius. Uma série de atentados e catástrofes aconteceram e o primeiro alvo inesperadamente foi a Academia de Magia de Legilimência; o precioso talismã esteve durante todo este tempo nas mãos de Philip Lestrange, e como ele estava pagando sua punição como professor naquela instituição, era de conhecimento geral que o objeto de grande poder também estivesse no castelo. Uma invasão acontecera na festa de páscoa do ano de 2010, várias vitimas foram feitas e o assassinato de um bebe e de uma garota destacaram-se, o bebe era filho do ex-diretor da AML (Alastor) e a garota era a aluna mais aplicada e inteligente, aquela em que Philip confiava e admirava muito: Miranda Vanckock. A garota perdeu a vida apenas por estar usando o talismã no pescoço, havia ganhado tal “jóia” de seu professor de herbologia e estava usando-a na comemoração festiva por gratidão, e porque Philip pensou que ninguém teria coragem de atacá-la. Após por as mãos no que queriam, o grupo maligno se retirou deixando o caos para trás. Após invasão ao lugar que deveria ser o mais seguro do Brasil, o corrente diretor, deprimido por perder o filho de poucos meses, suicidou-se, e sua esposa, Isabelle, assumiu por direito a direção da Academia.

Com o primeiro dos talismãs nas mãos – existiam outros objetos como este espalhados pelo país, exatamente um para cada casa comunal - o grupo começou a perseguição pelos outros que, juntos, dariam poder supremo e imortalidade a quem os possuísse. Uma antiga profecia dizia que, quando quatro dos cinco talismãs fossem unidos, um portal interdimencional seria aberto e uma espécie de demônio, conhecido como Hunter, retornaria à superfície da Terra; este é citado em alguns livros me magia negra, informando que ele foi aprisionada pelo próprio Merlin e teria o poder de destruição e controle total. Alisson Collins Lancaster, um jovem clarividente, membro da família real e filho de uma Cassandra, começou a ter sonhos, e espalhar sinais inconscientemente de que o dia que essa profecia se cumpriria estava próximo. Isso fazia com que todos o achassem louco e até se afastassem dele, e na sua profecia também era dito que sete bruxos iriam ser escolhidos para ter responsabilidade sobre o mundo mágico: ele não poderia estar mais certo.

Na comunidade bruxa, Lord Brandoment foi capturado e enviado a Azkaban após assassinar com a maldição da morte a chefe de aurores Angeline Fox. Joanne Dark continuou com a Legião das Trevas e o terror pelo grupo crescia em todas as regiões do país. O ministério da magia substituiu a diretora da AML por Philip L. Collins, o professor de Herbologia, cujo passado não poderia ser mais negro. O novo diretor usou de um projeto ditatorial que enviava todos os alunos que possuíssem em seu sangue uma mistura com criaturas mágicas para fora do país, estes estudariam no Instituto Mágico Especial de Anders (IMEA), com esta nova direção todos os “meios” – meio-veela, meio-gigante, vampiros, lobisomens, etc. - foram postos pra fora da Academia de Magia Legilimência (AML) e começaram a cumprir detenção no IMEA, na França, dirigido pelos irmãos Orion e Lara Nosferato - ambos vampiros. Richard Pelegrini Collins, sobrinho de Philip, havia sido mordido por Joanne Dark na invasão da AML na festa de páscoa de 2010 e por isto com esta ditadura o jovem deveria ser enviado para a França, porem este fugiu antes que o ministério o capturasse e se juntou ao Clã Lasombraum grupo famoso e perigoso de vampiros que estava associado à Legião das Trevas.

E quando quatro dos cinco talismãs do destino foram reunidos, a profecia se cumpriu: um arco-íris - que enfeitava o lindo céu ensolarado daquela manhã - começou a tomar forma de pedra - pedras preciosas. Como mágica. Um jorro de luz de cada cor foi expelido do belo monumento incomum. As rajadas luminosas escolheram e encontraram os bruxos que seriam os responsáveis pelo destino do mundo mágico; apenas uma cor se fez exceção, o índigo, que com sua escolha mostrou a igualdade de direito ao respeito que todas as criaturas mágicas merecem, pertencendo assim a Dalmo, o elfo domestico. Aquela manhã foi uma das mais turbulentas que já se teve noticia. Joanne Dark, Alisson Lancaster, Philip Lestrange e Emilio Fox (professor de adivinhação) estavam juntos e cada um possuía um talismã. O portal foi aberto e Hunter libertado na vila de legilismeade e assim a antiga profecia foi cumprida, e os sinais que Alisson Lancaster havia dado foram vistos como reais.

Um enorme caos começou a surgir, as pessoas e os seres vivos que estavam ali começaram a se transformar em pedras, os bruxos que ali estavam reunidos com alguns vampiros do Clã Lasombra iniciaram uma serie de duelos com o demônio antigo e maldições antigas e complicadas eram realizadas tirando assim a vida de alguns que estavam por lá, incluindo o elfo domestico que havia sido predestinado à salvar o mundo mágico, Dalmo. Hannah Eleonora Vanckock, uma aluna da AML que namorava o foragido Richard foi atingida por uma maldição e sua vida estava em risco, assim, seu namorado – que era vampiro – foi obrigado a lhe transformar em uma igual mordendo o seu pescoço, a garota acabou perdendo a pureza do sangue, o que em sua família era algo realmente precioso, e Richard criou uma ligação psíquica fazendo com que ele sentisse todas as emoções que a namorada estivesse sentindo. Joanne Dark, vendo que não havia outra maneira, abriu um portal com o seu talismã e se jogou nele levando consigo o Hunter, ambos ficaram presos na dimensão dos espelhos, e todos ou outros foram salvos pela Lady das trevas que só se sacrificou por ver o exemplo de seu filho de sangue com a namorada.

Todos os que estavam petrificados voltaram ao normal, o arco-íris de pedra desapareceu. O ministério da magia começou uma serie de investigações sobre onde Hunter e Joanne poderiam estar, pois eles não sabiam exatamente em que dimensão eles tinham parado. Os membros da Legião das Trevas que estavam ali, desaparataram imediatamente e se mantiveram escondidos, pois sua Lady havia desaparecido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
História da AML
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Atormentada - A História de uma garota em desespero
» Diálogo em uma história narrada em primeira pessoa
» A Triste História da Goiaba
» Remoção de pré-históricos para catch
» Robert Tales e a Magia Grega Livro 1: A Espada do Olimpo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia de Magia Legilimência :: Introdução-
Ir para: