InícioportalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
SEJAM BEM VINDOS À ACADEMIA DE MAGIA LEGILIMÊNCIA!
NOVAS VAGAS PARA CARGOS ESCOLARES E MINISTERIAIS ABERTAS. CONFIRAM!
VOLTA ÀS AULAS!
NÃO DEIXE DE REGISTRAR SEU AVATAR E SUA FICHA DE PERSONAGEM!
TODOS OS AVATARES DEVEM TER O TAMANHO 200X400!

Compartilhe | 
 

 Luciano, Eu

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Luciano Elias



Mensagens : 10
Player : Luciano

MensagemAssunto: Luciano, Eu   Sab Dez 17, 2011 9:46 am

    Nome/Apelido: Luciano / Lulu
    Idade: Jamais saberão, oi? ... 20
    Contato: uu._o.O@hot
    Conhece Harry Potter?: Livros e filmes
    Tem algum outro personagem na AML? Qual(ais)?: Tenho, mas não quero ativar a conta.
    Já jogou RPG de Fórum antes?: Sim.


dados do personagem ,
WHAT'S YOUR OTHER SIDE?


    Cannon ou Original?: Original.
    Nome Completo: Luciano Elias.
    Idade e Data de Nascimento: 24 anos, 12/07/1989.
    Descendência: Nascido-Trouxa
    Local de Nascimento: Campus, RJ, Brasil.

    Pai e Mãe = Mortos. Avós = : Kalil Yusef Kalil, 48, Maisha Theodor Gaul, 42.
    Irmãos: Nenhum de sangue, vários irmãos posticos.
    Outros Parentes: Espirro, o gato.


descrição física ,
HOW TO KNOW WHO YOU ARE?


    Cabelo: Negros, cacheados e compridos. Tem a raiz lisa e partes desbotadas e acastanhadas por causa da exposição ao sol. Vao ate a altura da nuca e são repicados na frente.
    Olhos: Árabes. Grandes, negros, nao sei como fazem as outras pessoas se sentirem, mas dizer me dar a aparencia de autoritario.
    Altura e estrutura corporal: 1,53, eu sou gordo. Basicamente eu sou uma bolinha de gordura.
    Extras: Tenho uma cicatriz trasversal na coluna. Ela vai da altura do meu queixo ate as minhas cochas. Quando chega próximo ao meu umbigo parece sumir e aparecer por detrás das costas. Ganhei em um acidente de carro. Custa quase 100 mil reais pra conseguir esconder com cirurgia. Ela faz a minha avó chorar.

    Avatar/Photoplayer: Ajoo!


descrição psicológica ,
I SHOULD TALK TO YOU? TRUST YOU?


    Personalidade: Eu detesto quase tudo. Odeio acordar cedo, odeio gente super feliz de manha, não suporto pessoas cantando. Acho que fazer pedidos a velas de aniversario é ridículo. Também não gosto de prédios públicos dentro de casas e não me agüento quando alguém começa a falar sobre política perto de mim.
    Anseios: O que eu mais desejo é absolutamente nada. Eu sou rico, não há nada que eu não tenha e logo não há nada que eu queira. A facilidade com que consigo as coisas chega a surpreender. Mas materialmente falando, eu não preciso de nada.
    Medos: Tenho medo de morrer e deixar a minha família desamparada na terra. Não gosto de penar na idéia de que na hora em que eu me for, não vou poder consola-los de imediato.

profissional ,
I KNOW YOU WORK, EVERYBODY WORKS!


    Profissão: Pastor exorcista.
    Característica especial: Nenhuma
    Objeto mágico: Nenhum, nem mesmo uma varinha!

    Patrono: Não sou um bruxo.
    Varinha: Não possui.
    Animal de Estimação: Espirro, meu gato

História: Hum... Achei melhor mostrar aos poucos do que criar e usar sempre os mesmos moldes. Então vou mandar uma pagina so.

A maior trollagem do mundo.
Para um garoto normal.

Foi em 4 de Janeiro de 2000.
E como todo dia, a minha casa tava uma zona. Com a minha avó se descobrindo grávida, a minha irmãzinha em inicio de processo de adoção e os meus tios no auge dos 20 anos, a atenção que eu recebia foi quase toda pro saco e até então, ficávamos somente eu e meus velho, eu ainda estava me sentindo filho único. Além disso, a internet sem fio tinha finalmente chegado ao interior do pais e com apenas um PC em casa as brigas eram constantes. Geralmente eu é que apanhava mais que todo mundo e saia chorando. Mesmo que meus velhos pedissem paciência, não tinha jeito. A gente brigava quase todo dia, por algum motivo idiota e novo. Por exemplo, um copo quebrado ou uma folha que caísse da arvore.
Então nesse tempo o meu ponto de escape era meu avô em Verona, como o fuso horário por lá é diferente eu podia usar o PC sem ser incomodado, mesmo que a minha avó ficasse acordada comigo, pra se certificar que eu não fosse escrever asneira na barra de pesquisas do Google. Na época eu não sabia, mas os meus avós se comunicavam constantemente por email e sempre estavam atualizados sobre mim e as brigas constantes em casa. Então pra eles não foi nenhuma surpresa quando de aniversário, quase dois meses antes do previsto, eu ganhei uma passagem pra Europa, com a volta pra so no próximo mês.
Então começou uma jornada um pouco longa pra quem quer tirar férias. Porque o meu passaporte não saia nem a pau aqui no Paraná, o que me fez ir ate São Paulo pra retirar o infeliz, gastando bem mais do que eu podia, mas como so a viagem custava 10 vezes mais, a gente foi. Isso foi dia 1 em São Paulo. Um dos locais mais quentes do mundo. Então o dia 2 a gente gastou procurando roupas de frio. Eu até então era um mini carioca que nunca tinha visto no meu armário mais de um casaco, mesmo com o inverso do Paraná sendo bastante rigoroso, afinal com o colégio sendo climatizado e tantos “irmãos” mais velhos, eu não tinha comprado quase nenhuma peca de nada. Só que dessa vez, eu tava indo literalmente pra um lugar que nevava. Então tive que passar o dia intero numa das maratonasmais exaustivas do planeta. Comprar roupas de frio no Verão! Comprei tantas pecas que ainda as estou usando alias. E por ultimo fazer as malas, pegar um remedinho pra dormir e finalmente embarcar, no dia 3 de janeiro, as oito da noite.

Voar sozinho de avião é completamente alucinante. Quando você é menor de idade! Isso por que você ganha da compania área um mordomo particular. No caso, um secretário de bordo. Uma aero moça! A mocinha que me acompanhou devia ter no máximo 35 anos. E também devia ser o primeiro dia de trabalho dela, porque ela ria por tudo. Eu pedia um refrigerante, ela saia rindo. Vamo jantar? Mais risadas. E a sorte dessa menina é que era um vôo noturno e ela tinha ordens de me dar um remédio pra dormir. Então provavelmente ela não ficou colada em mim o tempo todo. Enfim, viação passamedo com vôo do inferno você chega branco que nem papel em Milão, mas pelo dormiu o caminho todo e pode passear durante o dia.
E um hora da tarde, almoço ainda a bordo, me deixou livre pra apenas passear e também tentar decifrar o que os outros estavam falando pra mim. Fiquei saltitante o dia intero, afinal, TUDO era novo e a minha capacidade de prestar atenção estava infelizmente acima do normal.Inclusive, quando eu entrei em casa, já a noite. E a noite foi mais ou menos assim: “Luh, essa é a minha casa. Esse é meu quarto, essa é a sala e esse é eu quarto. A cozinha é ali e esse aqui é o Pinho, mas ele não faz nada, Se você quiser a gente prende ele la atrás. Ah, vai tomar banho e prova aquela roupa em cima da cama que eu tenho uma noticia meio chata pra te dar. “

Então, eu sofri a maior trolagem do planeta. Se você tem um pai troll não sabe o que é o avô troll. Esse sim é o mestre e nada nunca vai tirar o titulo supremo dele. Então antes de continuar, eu quero esclarecer algumas coisas. Em primeiro lugar, o estatuto da criança e do adolescente não é internacional, mas algumas coisas nele são. E em segundo, não é por uma lei funciona mal no nosso pais que é assim em todos. Agora sobre o estatuto tem um trecho, que eu acho vale pra todos os países do mundo diz assim: Toda criança ou adolescente, menor de idade tem o direito a instrução. Essa regra é universal, não importa se você nasceu em Gana ou em Tóquio. Já a segunda coisa que eu quero esclarecer é sobre as leis de imigração. Se você é menor de idade e viaja desacompanhado a outro pais a casa em que você fica passa a ser sua legalmente, enquanto você estiver lá. Então, você vai visitar seus avós, como eu fui, eles passam a ser teus responsáveis legais, exercendo todo o pátrio poder sobre você. O único direito que eles não tem é de te mandar pra um orfanato. Pra se livrar de você eles precisam te extraditar. Isso é, SE você e eles não tiverem o mesmo sobrenome. Porque nesse caso, o buraco é mais embaixo. Se você possuir o mesmo sobrenome e sangue que a família que vai te acolher ou pior, se alem disso, a sua família do pais de origem não tiver o mesmo nome que o seu, você ganha de forma automática a cidadania do lugar em que você esta. E ai passa a seguir as leis como qualquer pessoa nascida ali.
Inclusive a lei que te obriga a ir pra escola!
E nem preciso dizer que o babaca aqui tinha ganho a cidadania Italiana, sendo menor de idade, em pleno período letivo em um pais, onde alias, tudo é diferente, passou dois dias eu fui pra escola. Acabou com a minha graça, acabou co as minhas férias, fudeu com todos meus entendimentos de descanso, deu um puta nó no meu cérebro, me deixou incrivelmente revoltado e com vontade de mandar ate o presidente ir toma na bunda. Eu pensei em suicídio, virei gay, entrei em depressão... Ta, essas ultimas coisas eu não fiz, mas eu fiquei muito puto.
A escola na Europa é um tesão, mas você não vai querer entrar lá, dia 6 de janeiro, depois de férias de 15 dias. Mas eu aprendi uma coisa com isso, além de italiano. Que é assim, quando você vir uma roupa estranha na sua cama, na casa dos seus avós em outro pais, o melhor que você faz é fugir. Fuja pro mais longe possível e volte so no próximo feriado ou assim que a segunda feira chegar você vai estar de gravata, mochila e uma placa ridícula dizendo: “Oi, meu nome é fulano. ” em um colégio, lá no fim do mundo.


Os: Vlw Mah, muito obrigado. Pinho, isso é o maximo que eu faco com sono e com a minha vo berrando no meu ouvido. Bjinho.
Oi Alisson, oi Meninas o//
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Luciano, Eu
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Academia de Magia Legilimência :: Fichas ~-
Ir para: